quinta-feira, 3 de julho de 2008

Entrevista do Mês Jornal Verdade e Luz USE São Paulo



Entrevista do Mês

José Antonio Ferreira da Silva, 37 anos, nasceu em Pesqueira, Pernambuco; estuda o Espiritismo há mais de 20 anos; é expositor espírita, realiza regularmente palestras sobre espiritismo em várias cidades de Pernambuco entre elas: Pesqueira, Sanharó, Belo Jardim, Caruaru, Arcoverde, Custodia, Sertânia, Afogados; apresenta há cinco anos o programa espírita de rádio: “Visão Espírita – Conversa Semanal Sobre Espiritualidade”, na Rádio Urubá FM 104,9 em Pesqueira, colabora com a divulgação do espiritismo pela imprensa e pelos sites espíritas. É aluno do 4° Período do Curso de Licenciatura Plena em Letras do ISEP - Instituto Superior de Educação de Pesqueira.
Textos publicados na Revista Internacional de Espiritismo, na Revista Universo Espírita, na Revista Cristã de Espiritismo, na Revista Espiritismo e Ciência, no Jornal O Clarim, no jornal virtual Jornal dos Espíritos.com e nos sites Panorama Espírita, Terra Espiritual e Plenus.net.

1 – Como foi o contato inicial com o espiritismo?
Aos quinze anos, fiquei bastante impressionado depois de presenciar uma experiência de comunicação através do copo, realizada por colegas de colégio, onde se comunicaram vários espíritos de pessoas que só eram conhecidas por mim e no final da reunião ao meu pedido os espíritos responderam as questões propostas por mim sem que ninguém tocasse no copo, e até questões propostas pelo pensamento. Fiquei muito intrigado e buscando respostas para o acontecido comprei o livro “O que é o espiritismo” de Allan Kardec, encantei-me por Kardec e pela doutrina dos espíritos, adquiri todos os livros do Mestre de Lion e aqui estou até hoje.

2 – Como está o movimento espírita em sua cidade e em Pernambuco?
O movimento espírita em Pernambuco é muito dinâmico, temos muitos congressos, encontros, mostras, feiras de livros e etc. Em Pesqueira, se presa muito o estudo, o Lar Espírita Maria de Nazaré, oferece palestras publicas, cursos e grupos de estudos, além de ter biblioteca, videoteca e um belíssimo trabalho assistencial. O mesmo é dirigido por uma querida amiga, completamente devotada à causa, Avanize Mendes. Na cidade de Belo Jardim, destaco o trabalho incansável da confreira Aliete, a frente do Lar Espírita Bezerra de Menezes um abrigo para idosos com diversos trabalhos também, na divulgação do espiritismo.

3 – Existem dificuldades para os espíritas no Nordeste?
Em vez de nordeste, falo das dificuldades no agreste e sertão de Pernambuco, pois são as regiões que conheço. As dificuldades maiores são financeiras. Muita luta para manter os centros e as atividades assistenciais dos mesmos, nessas regiões as instituições são praticamente mantidas pelos confrades. Gostaria de destacar, por exemplo, o devotamento do confrade Genivaldo, da cidade de Arcoverde, ele financia com suas próprias posses as viagens de diversos palestrantes pelas cidades mais isoladas do sertão pernambucano para divulgarem o espiritismo.

4 – O que mais lhe gratifica: escrever ou fazer palestras?
Cada experiência seja ela: escrever, usar a tribuna ou o microfone na rádio, traz um contentamento especial, principalmente quando se recebe o feedback dos ouvintes ou leitores. Mas, para mim, a grande gratificação é trabalhar na divulgação da doutrina que amo, seja na atividade que for. O trabalho na divulgação é o que mais me dar prazer.

5 – A grande divulgação através das novelas de assuntos como, reencarnação e vida após a “morte”, é positiva ou negativa para o espiritismo?
Acredito que positivo, pois vejo inúmeras pessoas chegarem à casa espírita para buscarem respostas para questionamentos nascidos a parti de novelas e filmes, que apesar de não serem espírita, tratam de reencarnação e vida após a morte. O que não deixa de ser uma forma de divulgação e popularização dos assuntos que estudamos na casa espírita.

6 – Uma mensagem para os nossos leitores?
Não nos esqueçamos da frase do nosso querido Emmanuel quando nos disse: "A maior caridade que se pode fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação"

http://www.userp.org.br/270_jul08.asp#14