domingo, 28 de junho de 2009

Capacidade Ignorada - A força do Pensamento



"A força do pensamento influencia o próprio destino humano. O ato de pensar é um dos mais poderosos recursos do indivíduo; é a própria capacidade da mente de transfortmar ondas energéticas, dando-lhes solidez, forma e sentido. A matéria mental é o instrumento sutil da vontade, atuando na manutenção e na estrutura do corpo físico."
Hammed / Francisco do Espírito Santo Neto

domingo, 21 de junho de 2009

Compulsão Obsessiva



Se investigássemos a origem e a causa das obsessões – doenças da alma -, as encontraríamos em nossos pontos fracos e em determinados comportamentos autodestrutivos que, conscienten ou inconscientemente, adotamos.
(Imensidão dos Sentidos – Hammed, pag. 48)
Acreditamos que as coisas e as pessoas é que nos fazem infelizes, mas isso não é verdade – somos causa e efeito de nós mesmos. Não existe fatalismo em nossa vida, apenas atração e repulsão, conforme nossa sintonia vibracional.

Quando aprendemos a pensar e agir de maneira moderada e saudável, a obsessão termina, porque nos torna-mos livres e equilibrados, não mais perpetuando os pensamentos desajustados.

(Imensidão dos Sentidos – Hammed, pag. 49)

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Arrogância



"Compreender nossos sentimentos é entender as raízes de nossas reações
perante o mundo que nos rodeia."

"A causa de tudo está dentro e não fora de nós."

"Os indivíduos, ao invés de rejeitar seus sentimentos, deveriam usá-los como guias para interpretar sua vida interior. Eles definem e iluminam nossa compreensão em contato com a esfera física e astral. São nossos aliados, e não inimigos."

Hammed / Francisco do Espírito Santo Neto

domingo, 7 de junho de 2009

Sintonia



Estudando as relações dos Espíritos com os homens, Allan Kardec pergunta à espiritualidade: "Os Espíritos influem sobre os nossos pensamentos e as nossas ações?" E eles respondem: "Nesse sentido, a sua influência é maior do que supondes, porque muito freqüentemente são eles que vos dirigem".
Toda influência espiritual respeita a afinidade entre os agentes envolvidos no processo.
Allan Kardec prossegue no seu diálogo com a espiritualidade e vai desvendando todos os mecanismos e leis envolvidas no processo de influência dos espíritos. Ele constata a existência da lei de sintonia e afinidade, que determina toda a interação entre as dimensões física e espiritual.
A Doutrina Espírita é progressiva e progride pelos ensinamentos dos próprios Espíritos através dos tempos. Nos dias de hoje, o Espírito Hammed nos ensina que sintonia é o estado em que se encontram duas pessoas que se acham numa mesma igualdade de emoção, ponto de vista, crença ou pensamento.
Toda interferência espiritual acontece respeitando a afinidade entre os agentes envolvidos no processo. Exemplo: quando pensamos no bem, atraímos quem é do bem; quando pensamos no mal, atraímos quem é do mal. Por isso, nos ensina o espírito Manoel Philomeno de Miranda:
"Pelo pensamento, cada um de nós elege a companhia espiritual que melhor nos apraz". Concordando com o que também ensina Hammed: "Ninguém simplesmente 'pega' energias nocivas ou atrai espíritos infelizes de modo casual ou fortuito. A vida não é injusta. Temos o que merecemos. Não somos vítimas impotentes vivendo um destino impiedoso. Nada é por acaso, e todo efeito tem causa. Se estamos sendo foco de algum tipo de obsessão ou perturbação espiritual, é porque de alguma forma as provocamos". Escreveu Allan Kardec: "É asssim que Deus deixa à nossa consciência a escolha da rota que devemos seguir e a liberdade de ceder a uma ou a outra das influências contrárias que se exercem sobre nós".
José Antonio Ferreira da Silva - Livro "Sob os olhos da alma"