domingo, 28 de março de 2010

Não moram mais em si mesmos


"A medida certa para quem ama é não temer, é mostrar ao outro o que sente, como pensa e age. Ao nos portarmos dessa forma, supomos ter perdido muito quanto à aparência externa ou à consideração alheia, mas teremos lucrado muitas vezes mais em força interior, segurança, firmeza e respeitabilidade. Para que possamos ter relacionamentos agradáveis e gratificantes com os outros, é necessário primeiro que nos sintamos à vontade com nós mesmos."
Hammed / Francisco do Espírito Santo Neto

domingo, 21 de março de 2010

Foi o que foi, é o que é, será o que será


“Jamais devemos permitir que os delírios alheios nos induzam a um modo de viver que não condiz com nossos reais atributos naturais ou motivações internas; nem que eles criem em nós ‘scripts’ de como deveríamos ser e como nos comportar; nem mesmo doo que falaríamos para essa ou aquela pessoa, nesta ou naquela situação.”
Hammed / Francisco do Espírito Santo Neto

domingo, 14 de março de 2010

Agradar a gregos e troianos


“Muitas pessoas passam várias horas do dia preocupadas em manter condutas uniformizadas, temerosas da reprovação ou pouco-caso dos outros. Improvisam situações e diálogos para atrair a aprovação alheia, e muitas, apesar de todo o desempenho e desgaste energético, nunca conseguem satisfazer a nada nem a ninguém.”
Hammed / Francisco do Espírito Santo Neto

domingo, 7 de março de 2010

Ver as coisas tais como são


"Quando estamos inquietos, desordenados e sem clareza interna, projetamos a agitação que sentimos para o mundo ao nosso derredor. Quando estamos serenos, podemos ver com mais lucidez e agir com capacidade e segurança, atingindo bons resultados nas decisões vivenciais."
Hammed / Francisco do Espírito Santo Neto