domingo, 18 de agosto de 2013

Sentenças



Cada pessoa
Uma sentença
Cada olho
Uma visão
Cada voz
Uma opinião
Cada conto
Uma versão
Cada gesto
Um coração
Cada mão
Uma ação
Cada perna
Um rumo
Assim sendo
Saiba que a única
Verdade
É a sua
O resto
São só os outros

Luiz Gasparetto


domingo, 11 de agosto de 2013

O que me invade...

A Lista
 Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?
Oswaldo Montenegro


Infinito em mim
Há um abismo e eu estou diante dele.
Não há fim, lá embaixo, e, porque eu olho as estrelas, também não encontro um último ponto onde posso me sustentar.
Amedronta-me saber que preciso me lançar sobre o vazio abaixo...
Meu corpo treme e então eu soluço, porque há um pavor que me assombra do que me sucederá depois.
Mas o salto é inevitável, embora minhas tergiversações...Sinto que tu Me chamas, Voz que clama no Universo!
Muitos, antes de mim, também fizeram o estranho mergulho para o Desconhecido.
Oh, Senhor, por que temer o firmamento sob meus pés? Por que meus pés tremem ante o mergulho iminente?
Eu estou a um passo do salto, no limiar do mais alto penhasco...Eu fecho meus olhos antes de avançar no zênite deste horizonte (Senhor, daí-me forças para suportar!).
Então, eu abro meus braços e sinto o hausto que me invade... e então jogo-me para o Nada confiante em Ti, Senhor!
..............................................................................................................................
Foi, assim, Suprema Majestade, que eu mergulhei dentro de mim mesmo, no Infinito Interior, para então poder Te ouvir, Te ver e Te encontrar...
Rabindranath Tagore/Robson Santos

“Não somos hoje o que fomos ontem e nem seremos amanhã o que somos agora; transformamo-nos dinamicamente ao longo d etapas ou fases de aprimoramento espiritual.”
Hammed

Eternidade!?
De foto na parede...
Tudo sempre igual,
Sem mudança,
Sem transformação.
Não creio!

Eternidade!?
Só vejo sucessividade...
Daquilo que não se repete,
Do que muda,
Do que se transforma.
Eu acredito!

Eternidade!?
Tudo tem começo e fim...
Nada é para sempre,
A efemeridade impera
“O tempo não para”.
Não luto!

Eternidade!?
Se tudo passa...
Pessoas, coisas, sonhos.
Também, eu passarei
Ou “Passarinho”?
Eu aceito!

José Antonio Ferreira da Silva

domingo, 4 de agosto de 2013

A Lógica da Criação


Apenas não sei ler direito
A lógica da criação
O que vem depois do infinito
E antes da tal explosão
Por que que o tal ser humano
Já nasce sabendo do fim
E a morte transforma em engano
As flores do seu jardim
Por que que Deus cria um filho
Que morre antes do pai
E não pega em seu braço amoroso
O corpo daquele que cai
Se o sexo é tão proibido
Por que ele criou a paixão
Se é ele que cria o destino
Eu não entendi a equação

Oswaldo Montenegro